Setembro Sem Carne – Ano 4

Chegamos à quarta edição do Setembro Sem Carne. Chegamos à metade do mês. E chegamos à conclusão, ou melhor, à percepção de que está cada vez mais fácil, está cada vez mais natural não comer carne.

Dá sim vontade de comer frango. Bacon continua tendo mesmo cheiro enlouquecedor. Mas a intenção por trás disso é cada vez mais clara: comer melhor, o que significa abrir-se para novos sabores, fazer escolhas difíceis, cozinhar mais. Eu tenho pesquisado, experimentado, cozinhado.

Berinjela é nova rainha no meu lar. Ovos são obrigatórios no café da manhã. E já transformei dois churrascos no festival da batata. Temos mais duas semanas pela frente e, quem sabe?, muitas mais. Será que Setembro Sem Carne pode virar uma Marília Sem Carne?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.